terça-feira, 5 de outubro de 2010

UM SONHO IMPOSSÍVEL

Sonhei um sonho
Com o tempo já acabado.
Quando a esperança era alta
E viver valia a pena.  
Sonhei que esse amor nunca morreria.

Sonhei que Deus perdoaria
Que eu era jovem e destemido.
Quantos sonhos foram feitos
 E usados e desperdiçados.

 Não houve resgate a ser pago
 Nem canção não cantada
 Ou vinho não provado.


 Mas os tigres vem a noite
 Com sua voz suave como um trovão

 Com eles despedaçam
 Sua esperança.
 Transformando seus sonhos
 Em vergonha!
  
Ainda assim
Sonhei que ele veio até mim
E que viveremos os anos juntos.

Mas há sonhos que não podem ser
E há tempestades 
Que não podemos prever.

Eu tive um sonho
Que minha vida seria
Tão diferente deste inferno
Que estou vivendo.

Tão diferente daquilo que parecia
E agora a vida
Matou o sonho
Que eu sonhei!   
 

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A PRIMAVERA CHEGOU!!





A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.

Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.

Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.

Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.

Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.

Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.
Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.

Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.

Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.

CECÍLIA MEIRELES

terça-feira, 21 de setembro de 2010

DIA DA LUTA NACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA


O Dia Nacional de Luta das Pessoas Deficientes foi instituído pelo movimento social em Encontro Nacional, em 1982, com todas as entidades nacionais. Foi escolhido o dia 21 de setembro pela proximidade com a primavera e o dia da árvore numa representação do nascimento das reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições. A data foi oficializada através da Lei Federal nº 11.133, de 14 de julho de 2005.
     Esta data é comemorada e lembrada todos os anos desde então em todos os estados; serve de momento para refletir e buscar novos caminhos e como forma de divulgar as lutas por inclusão social.
     No Brasil, segundo o IBGE, 14,5%  da população tem algum tipo de deficiência (algo em torno de 24,5 milhões de pessoas). Os direitos dos deficientes estão garantidos na Constituição Federal de 1988 e o Brasil tem uma das legislações mais avançadas sobre os direitos das pessoas com deficiência, das quais destacamos algumas:
  • Lei Federal  nº 7.853, de 24/10/1989, dispõe sobre a responsabilidades do poder público nas áreas da educação, saúde, formação profissional, trabalho, recursos humanos, acessibilidade aos espaços públicos, criminalização do preconceito.
  • Lei Federal  nº 8.213, 24/07/1991, dispõe que as empresas com 100 (cem) ou mais empregados devem empregar de 2% a 5% de pessoas com deficiência.
  • Lei Federal  nº 10.098, de 20/12/2000, dispõe sobre acessibilidade nos edifícios públicos ou de uso coletivo, nos edifícios de uso privado, nos veículos de transporte coletivo, nos sistemas de comunicação e sinalização, e ajudas técnicas que contribuam para a autonomia das pessoas com deficiência.
  • Lei Federal nº 10.436, 24/04/2002, dispõe sobre  o reconhecimento  da LIBRAS-Língua Brasileira de Sinais para os Surdos
Estes avanços foram frutos de muita luta e enfrentamentos e muita vontade de transformar. Muito há que se fazer, para que estas leis saiam do papel, trazendo igualdade para todos os cidadãos.

Dia da Árvore

Nem todos sabem entender o significado que existe numa árvore. Ela é um ser vivo como nós, e portanto nasce, cresce e morre, luta para sobreviver, pois tem apego à vida. Não nos prejudica, o que seria suficiente para respeitá-la. Mas tem outros valores. Protege a terra com sua sombra e suas raízes; evapora água, participando do ciclo hidrológico e mantendo o ar úmido; produz oxigênio, necessário a todos os seres vivos animais. Há as que fornecem frutos valiosos para a nossa alimentação, além de produtos medicinais ou industriais.
Devemos respeitar a árvore, não só pelo que é em si mesma, mas por ser necessária à nossa própria vida. Quando alguém destrói uma árvore, está destruindo uma fonte de vida no planeta.
No dia 21 de setembro comemoramos o Dia da Árvore, momento para refletir sobre a conservação da natureza e preservação das nossas matas. Momento para plantar mais uma árvore que um dia irá nos dar sombra e alimento, limpará nosso ar e preservará o solo do planeta.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

FUNDAÇÃO DO JORNAL NO BRASIL

FUNDAÇÃO DO 1º JORNAL NO BRASIL  

A Gazeta do Rio de Janeiro, o primeiro jornal publicado em território nacional, começa a circular em 10 de setembro de 1808, impressa em máquinas trazidas da Inglaterra. Órgão oficial do governo português, que se tinha refugiado na colônia americana, evidentemente o jornal só publicava notícias favoráveis ao governo. 

Dia do Médico Veterinário

As primeiras escolas de veterinária brasileiras surgiram em 1910, mas somente no dia 9 de setembro de 1933 o então presidente Getúlio Vargas autorizou a atuação e ensino da medicina veterinária. Por conta disso, nesta data se comemora o Dia do Médico Veterinário. 

Ser veterinário é cuidar da saúde dos animais e, sobretudo, amá-los!


Feliz Dia do Médico Veterinário!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

DIA MUNDIAL DA ALFABETIZAÇÃO

DIA 08 DE SETEMBRO
DIA MUNDIAL DA
ALFABETIZAÇÃO

Excelente dia para lembrarmos a qualidade de ensino nas escolas de todo o Brasil!

Dia 08 de Setembro é comemorado o Dia Mundial da Alfabetização. A comemoração no Brasil acontece desde o dia 14 de Novembro de 1930, data da fundação do Ministério da Educação e Saúde Pública. A alfabetização é definida como um processo no qual o indivíduo constrói a gramática e suas variações.
Esse processo não se resume apenas ao ato de ler, mas também na capacidade de interpretar, compreender, criticar, e produzir conhecimento. Além disso o aluno precisa encontrar os usos sociais da leitura e da escrita, promovendo assim uma socialização do individuo como um todo na sociedade.

Sendo o dia 08 de Setembro o Dia Mundial da Alfabetização é bom que todos nós possamos nos lembrar da qualidade de ensino que tem sido dado às nossas crianças. A qualidade de ensino tem de ser melhorada em todo o Brasil, não adianta somente comemorarmos este dia com eventos apenas simbólicos. É preciso muito mais, é preciso que toda a população e os governantes se conscientizem que é somente através da educação que poderemos formar grandes profissionais no futuro. As crianças de hoje serão os médicos, engenheiros, advogados de amanhã.

É vergonhoso ver a forma errada e os erros ortográficos que as crianças e adolescente cometem. Depois da criação do ‘internetês’ a situação piorou considerávelmente , já que agora o ‘k’ e o ‘x’ substitui tudo que tenha som similar. Além do ‘internetês’, famoso idioma criado pelos jovens e usado na internet, agora podemos ver também este idioma nos ‘torpedos’ ou ’sms’. Isso acaba por criar um vício nas crianças e adolescentes que acabam por passar isso para a escrita no papel ou melhor, na escola.
O objetivo da alfabetização é fazer com que a pessoa aprenda a buscar sua realização pessoal e profissional, para que possa exercer sua cidadania, visto ser o analfabetismo o grande causador da exclusão social das camadas mais pobres da população (não só no Brasil, como também na maioria das nações). Segundo pesquisas, as pessoas que procuram a alfabetização pertencem a uma classe econômica excluída; encontram-se numa faixa etária de 14 a 70 anos e possuem um emprego basicamente braçal.
A pessoa alfabetizada domina a escrita e pode participar de uma vida social normal. Ao ser alfabetizada, a pessoa reconstrói sua identidade de cidadã, pois resgata sua expressão oral e corporal de modo a não se sentir inferiorizada, fato que lhe dá a possibilidade de se integrar na família e na comunidade.
Até recentemente, era considerada alfabetizada a pessoa que assinava o próprio nome e sabia ler e escrever coisas básicas. Hoje, só é considerada alfabetizada a pessoa que consegue ler um manual de instrução, exigência mínima do novo mundo do trabalho.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Dançar para Reabilitar


Uma interessante iniciativa do governo da província de Cebu, nas Filipinas - amplamente divulgadas pela mídia mundial -, que introduziu a dança como atividade para centenas de prisioneiros de um centro de detenção e reabilitação. Os resultados indicam que a nova rotina de exercícios melhorou "drasticamente" o comportamento dos presos.
Tudo começou quando o que estamos acostumados e o que se via lá era muito parecidos: prisões super lotadas, tomadas pela corrupção e jogos. Até que, em dezembro de 2004, houve uma rebelião e 1.400 presos foram transferidos para o, na época, recém construído Centro de Detenção e Reabilitação da Província de Cebu (CPDRC).
Com a mudança o diretor Garcia aproveitou para nomear novas lideranças para os presos, todos ligados a polícia ou a grupos paramilitares e obrigou aos presos a fazerem exercícios físicos diários que após um tempo foram substituídos por aulas de dança. Sim, lá encontramos, criminosos violentos e até estupradores fazendo passinhos de dança.
Logicamente continuam bandidos, mas pelo menos há uma tentativa de reabilitação, e uma ocupação evita o tempo livre para pensar e executar "besteiras".
Os detentos já apresentaram várias coreografias, dentre elas a Dança do "Mudança de Hábito" aquele filme com a Whoopi Goldberg, Macarena e Thriller.

domingo, 5 de setembro de 2010

O COLORIDO DA MODA

Com a moda cada vez mais cheia de cor e muitos artistas juvenis que influenciam as roupas, cabelos e acessórios, os pais ao verem os filhos com os braços cheios de pulseiras coloridas, já ficam atentos. Depois de muitos acontecimentos relacionados às pulseiras do sexo, feitas de silicone, as famílias estão prestando mais atenção aos acessórios que crianças e adolescentes usam, e que rapidamente se alastram entre os grupinhos e vira moda.
A novidade, que chegou há cerca de dois meses, são as chamadas "pulseiras fio de telefone" ou "enroladinhas", também coloridas e cheias de polêmica: há quem defenda que elas  não tem significado nenhum e há quem diga que tem, porém, sem confundi-las com as pulseiras do sexo.
Com ou sem significado, o importante é que os pais fiquem atentos às atitudes e busquem estar informados quanto às novas manias.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Querido John

"O que você faria com uma carta que mudasse tudo?", de Nicholas Sparks, narra a história de um jovem soldado americano, Jonh, que se apaixona por Savannah uma estudante conservadora. Ele, um jovem rebelde , se alista no exército logo após terminar a escola. Então, durante sua licença, conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e logo se transforma em um tipo de amor que faz com que Savannah jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seus país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar. Emocionante!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010



Uma notícia pode perfeitamente não ser uma novidade, ao contrário do que prega o mais tradicionalista dos jornalistas. O Símbolo Perdido, último livro de Dan Brown vai virar filme. O roteirista será Steven Knight. Está é a terceira aventura de Robert Langdon, o mesmo de O Código Da Vinci (2003) e Anjos e Demônios (de 2009).

Ainda não está confirmado, mas Tom Hanks deve mais uma vez assumir Langdon. Desta vez o pesquisador-investigador tem doze horas para desvendar os códigos que encobrem uma grande conspiração. Langdon tera que salvar seu amigo e mentor Peter Solomon, que foi sequestrado. A história se passa em Washinghton, capital dos EUA.
“O que está perdido... será encontrado.”

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

VOLTA ÁS AULAS COM O PÉ DIREITO!

As aulas ainda nem começaram, e você já está de cabelo em pé só de pensar em ter de acordar cedo, nas provas que vêm pela frente e na marcação cerrada dos pais com relação a notas e horários?
Pois é, a volta às aulas pode ser motivo de felicidade, pois é hora de rever os amigos, contar as novidades, etc., mas sempre resta aquele sentimento de tristeza porque as férias acabaram.
Nada mais de festas todo fim de semana, encontros diários com amigos e poder dormir e acordar a hora que quiser. Você fica divagando sobre as férias que estão passando e, quando se dá conta, as aulas já começaram. Pode acontecer até mesmo de você não ter sequer arrumado o material escolar, comprado os cadernos ou de o quarto estar tão bagunçado que é impossível você achar o que procura. Enfim, a confusão está formada. Depois de alguns meses de descanso, é natural que você demore um pouco para voltar ao ritmo normal de estudo e fique disperso, desatento, irritado, meio “devagar” e fugindo da realidade, que é entrar no ritmo novamente.
Pois bem, quem sabe não é hora de mudar um pouquinho e tentar fazer dos últimos dias de descanso uma preparação para o ano que vem pela frente?
Organizar melhor o tempo de dever e estudo não é uma tarefa fácil e se torna ainda mais difícil quando regressamos de um período de relaxamento, em que até nosso corpo se adaptou a uma rotina diferente. Para que essa mudança seja menos sofrida, veja as seguintes dicas, que podem transformar a volta às aulas em um motivo de alegria para você começar o ano “com o pé direito”.

 . Não espere as aulas ganharem ritmo acelerado para se organizar. Comece, desde já, a mexer no material e a dar uma “espiadinha” nos conteúdos que vai aprender. Assim, você já entra no ritmo das aulas, e a mudança de rotina será mais suave.

. Aprenda há administrar seu tempo para que consiga realizar tanto as atividades prazerosas quanto cumprir as obrigações relacionadas à escola. Isso não significa que você deve ficar “refém” do relógio e programar tudo o que vai fazer nas 24 horas de cada dia, mas, sim, que deve ajustar o tempo a seu favor.

. Uma maneira de controlar o seu tempo é deixar de fazer tudo sob pressão e em cima da hora. A melhor saída é ir organizando-se aos poucos com relação a como estudar ao longo do ano: com calma e sem pressões, sem deixar para estudar na véspera das provas e ser obrigado a passar noites em claro para fazer aquilo que deveria vir fazendo há muito tempo.

. Aprenda a organizar as tarefas. Você pode ter inúmeras coisas importantes para fazer, mas definir as urgências é muito útil. É fundamental ter noção de prioridades, ou seja, saber que, se não fizer determinada tarefa, poderá ter prejuízos muito grandes no futuro, os quais podem até impedir as atividades prazerosas.

. Por fim, não se esqueça de sempre deixar um tempo de seu dia para realizar as atividades de que gosta, como ver os amigos, falar ao telefone, assistir a um filme, ler um livro, etc., pois elas ajudam a dar estímulo para a realização de outras tarefas.

Seguindo essas dicas, o ano certamente vai correr bem, e vai sobrar tempo para o lazer e para aproveitar ao máximo e com tranqüilidade tudo o que você planejou.